Dicas para fazer amigos viajando sozinha

Um dos maiores medos de viajar sozinha é o de não fazer amigos. Mas viajar sozinha não é sinônimo de solidão e pode ser uma ótima oportunidade de conhecer pessoas. Pra te tranquilizar e ajudar, aqui vão minhas principais dicas pra fazer amigos viajando sozinha.

Tenha uma atitude sociável

Todas as dicas que vou dar nesse post não têm resultado nenhum se você não viajar de cabeça e coração abertos.

Acredite em mim: a energia que você emana atrai ou repele as pessoas que te cercam. Se você já chega em um lugar pra baixo, com uma atitude pessimista ou fechada, suas chances de fazer amigos caem muito. 

Além disso, não julgue ou rotule pessoas. Você vai esbarrar com uma galera com histórias de vida muito diferentes da sua, e isso é incrível. Mas se você estiver com a cabeça fechada, você só estará mudando de localização geográfica e não viajando de verdade e trocando experiências.

Viajar começa com você abrindo sua cabeça. Compreendendo que o seu mundinho não é o mesmo que o de outras pessoas, e que essas diferenças enriquecem nossa própria existência.

Eu também entendo que muitas pessoas são introvertidas, apesar de eu não ser. Mas tente fazer esse esforço durante a viagem.

Eu adotei um pensamento: “nunca mais vou ver ninguém aqui na vida” e isso me permitiu ser ainda mais extrovertida, ser eu mesma, e aceitar fazer coisas que eu jamais faria em casa. Tipo chegar do nada e puxar papo com estranhos.

Mas você nem precisa fazer isso, se não tiver coragem ou se for muito difícil pra você. Só tente demonstrar interesse, e se alguém vier falar com você, dê espaço pra essa nova amizade começar. Respostas monossilábicas são um ótimo repelente de amigos.

Então, de todas as dicas essa é a mais importante. Cabeça e coração abertos o tempo todo.

Fique em hostels

A melhor forma de fazer amigos viajando sozinha é focar em ambientes que proporcionem a socialização. E nada mais sociável que um hostel.

Os hostels não se diferenciam apenas pelas pessoas que ficam hospedadas neles, mas também pelo ambiente que criam pros hóspedes. É um ambiente que praticamente te força a fazer amigos, principalmente porque a maioria dos espaços são comuns.

Além disso, alguns hostels organizam atividades pra socializar os hóspedes. No Hop Hostel, por exemplo, existem várias tours organizadas pelo próprio hostel e só para hóspedes. No Soul Kitchen os funcionários cozinham toda noite, convidando os hóspedes a ajudarem e a aprenderem mais sobre a culinária russa.

Então, a melhor dica de acomodação pra quem vai viajar sozinha é: se hospede em hostels. Você não só vai economizar, como vai aumentar suas chances de fazer amigos.

Procure atividades em grupo para participar

fazer amigos viajando sozinha

Aqui entram todos os tipos de atividades. Eu, por exemplo, fiz amigos numa aula de culinária em Chiang Mai, em um estúdio de yoga em Bali, numa academia de spinning na Rússia

Você pode ter certeza que em todos os lugares do mundo é possível achar alguma atividade que te interesse. Algumas atividades ainda te ajudam a conhecer mais locais e, assim, conhecer muito mais da cultura do país.

Eu fiz yoga em praticamente todos os países que visitei (dos 13, só não fiz na Grécia e na Itália). Pra encontrar estúdios e comprar aulas avulsas eu usava o aplicativo MINDBODY. Já as aulas de spinning na Rússia e o estúdio em Bali eu encontrei por acaso, passando na frente e decidindo entrar.

Aulas de culinária também são incríveis. Cozinhar com outras pessoas e depois comer com elas é uma ótima forma de criar vínculos.

No próprio airbnb é possível adquirir experiências em grupo bem legais. Basta pesquisar no site por experiências ao invés de acomodações. Ainda existem várias tours gratuitas, como a que eu fiz em Paris.

Você tem que criar oportunidades pra fazer amigos viajando sozinha. E atividades em grupo são maravilhosas pra fazer amigos.

Participe de trabalhos voluntários

Fazendo trabalho voluntário você não só ajuda uma causa, como também conhece pessoas incríveis.

Além disso, fazer trabalho voluntário ajuda a realizar mais daquilo que falei ali em cima: abrir sua cabeça para o diferente. Além de te proporcionar uma chance de fazer a diferença.

Como eu coloquei lá na página de recursos, você pode encontrar trabalho voluntário em sites como o worldpackers e o workaway. Mas também dá pra encontrar oportunidades de ajudar perguntando pra locais, ou em murais e pelo instagram.

O importante é correr atrás. Como falei ali em cima: é necessário criar oportunidades pra conhecer gente. E fazer trabalho voluntário não só cria essa possibilidade, como ainda te ensina, te melhora, e te inspira.

Use e abuse dos aplicativos e redes sociais

Fazer amigos viajando sozinha

Hoje fazer amigos do outro lado do mundo é tão fácil que você pode fazer isso daqui do Brasil. Então imagina o quanto os aplicativos e redes sociais podem te ajudar enquanto você estiver viajando.

Eu conheci uma galera pelo instagram e, pasmem, pelo tinder.

Eu tinha uma grande aversão pelo tinder aqui no Brasil, mas superei esse preconceito na viagem e conheci muita gente legal. Muitos eu nem fiquei, mas se tornaram bons amigos.

Além disso, no facebook existem grupos de mochileiros, de “brasileiros em X país”, de mulheres viajando sozinhas… E você pode acabar conhecendo gente que está passando pelo mesmo destino que você e organizar um encontro.

Não custa nada ressaltar o quão importante é você tomar as precauções de segurança necessárias. Se for encontrar alguém que conheceu online, lembre-se de fazer isso em lugares públicos.

De resto, use e abuse das tecnologias pra conhecer gente e fazer amizade.

Seja flexível com seu itinerário

Gente, meu itinerário foi tão diferente do que eu tinha planejado! Fui parar em Chiang Mai por causa de amigos, depois em Bangkok por causa de um homem lindo que conheci, fui pra Paris porque um amigo meu me chamou do nada, Londres também…

E acredite em mim: quando você conhece e se conecta com pessoas incríveis, você quer continuar viajando com elas. E um itinerário difícil de mudar pode te impedir de viver experiências legais com essa galera.

Eu fui viajando e comprando as passagens enquanto eu ia. Isso nem sempre significou preços mais caros, inclusive porque muitas vezes eu simplesmente comprava a passagem pro destino mais barato.

Então, planeje, mas também deixe espaço para a espontaneidade. Principalmente se sua viagem é a longo prazo.

Use o couchsurfing

Eu fiquei em couchsurfing uma só vez na vida e foi muito legal.

Pra quem não conhece, o couchsurfing é uma rede que conecta pessoas que oferecem hospedagem gratuita com pessoas que estão buscando hospedagem gratuita.

Parece surreal, eu sei. Mas a plataforma se baseia justamente nas recompensas que o dinheiro não compra: a conexão com o diferente, a troca cultural…

É muito importante ser cuidadosa escolhendo a acomodação, principalmente se você estiver viajando sozinha. Prefira anfitriãs mulheres e leia todas as recomendações. O couchsurfing que fiquei em LA tinha mais de 70 recomendações boas!

Essa é mais uma forma de economizar bastante com hospedagem e ainda conhecer locais.

Participe de um pub crawl

Pra quem nunca ouviu falar, o pub crawl é basicamente uma galera que se junta e sai por vários bares bebendo e socializando. Existem pub crawls em muito lugares: no Rio, em Londres, na Tailândia… E se você pesquisar no google vai, muito provavelmente, encontrar um no seu destino.

Geralmente rolam shots de graça em cada parada, então tome cuidado pra não ficar muito bêbada. Afinal de contas, uma das principais dicas de segurança pra quem vai viajar sozinha é não criar situações de extrema vulnerabilidade. Ficar passada de bêbada te deixa muito vulnerável. Então, evite.

O pub crawl também é uma ótima forma de fazer amigos viajando sozinha porque: 1) não te obriga a puxar assunto, já que os guias geralmente são super sociáveis e criam um ambiente sociável, e 2) o álcool geralmente te deixa mais “corajosa”, aumentando as suas chances de conhecer gente e nutrir amizades.

Eu não fiz nenhum pub crawl, porque não viajei muito na vibe festeira e também porque fiz muitos amigos de outras formas. Mas conheci muita gente que fez e curtiu, então se você quiser sair e ainda fazer amigos, o pub crawl é uma ótima ideia.

Não se preocupe tanto

Eu sei que você deve estar pensando e se preocupando muito com a viagem. Sei porque passei pelo mesmo. Ficava criando na minha cabeça tragédias hipotéticas, inclusive a de que não conheceria ninguém e ficaria sozinha a viagem toda, abandonada na solidão.

Mas pode ficar tranquila, a maioria das pessoas que estão viajando também estão com a mesma preocupação e querem fazer amigos. Além disso, as pessoas que você conhecerá na estrada com certeza terão uma mentalidade muito mais aberta.

Também por isso, não se preocupe se as pessoas vão ou não gostar de você: seja você mesma. Viajar sozinha é uma ótima forma de conhecer a si própria e de amar ser quem você realmente é.

Como falei ali em cima, adotar a mentalidade de “foda-se”, já que muito provavelmente você não verá nunca mais a maioria das pessoas com que você cruzar, vai te ajudar muito a ser você mesma e a não se limitar mais por construções sociais ridículas.

Não deixe de viajar por medo de ficar sozinha

Fazer amigos viajando sozinha
Eu bem feliz e solita no topo de Barcelona

As preocupações de viajar sozinha são muitas. Eu sei. Mas não permita que o medo te impeça de conhecer o mundo!

Viajando sozinha você vai descobrir uma força interna que você nem sabia que tinha. Por isso, também é importante dar espaço e oportunidade pro amor próprio e pra ressignificar a solidão. Estar sozinha pode ser incrível e ter gosto de liberdade ao invés de tristeza.

Como eu disse nesse post no instagram:

Estar completamente sozinha do outro lado do mundo me forçou a fazer as pazes comigo mesma, a resolver questões pendentes que eu costumava deixar pra depois, a me conhecer e apreciar minha própria companhia.

Se eu pudesse dar um conselho, pras minhas irmãs e pra todas as mulheres que conheço seria esse: aprenda aa ser sozinha, a apreciar sua própria companhia, a amar escutar sua própria respiração e o bater do teu coração. Só assim você será realmente independente, porque nunca precisará de nada mais para ser completa.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *